'Eu tenho tudo o que precisamos para ser um Campeão do Mundo'

By: Justin Felisko - Traduzido do site www.pbr.com  quinta-feira, 30 de novembro de 2017 @ 09:35

Andy Watson / BullStockMedia.com

História

Em meio ao confete caindo ao redor da T-Mobile Arena durante a conclusão das finais mundiais PBR de 2017, Dener Barbosa olhou.

Barbosa acabava de marcar sua temporada de novatos com uma montaria memorável de 89,5 pontos no campeão do mundo Pearl Harbor, mas não foi suficiente para ele conquistar o título do Rookie of the Year de 2017 graças à sensacional vitória mundial de Jose Vitor Leme.

O atleta de 23 anos pode ter ficado aquém do seu objetivo de ganhar a fivela do Revelação do Ano, mas Barbosa mostrou que ele pode realmente ter o potencial de ser um Campeão do Mundo em 2018.

Barbosa terminou a temporada com uma média de 47,37 por cento em 25 eventos para concluir 2017 na oitava colocação do mundial. Sua porcentagem de montarias foi o segundo melhor da série Premier da PBR, que será chamado de 25º aniversário da PBR em 2018, e suas 36 montarias foram o quarto melhor.

Barbosa também terminou empatado em sexto lugar na PBR com sete saídas na rodada do campeonato / 15-15 Bucking Battles.

O problema para Barbosa, porém, tem sido que ele apenas progrediu 83,92 pontos em média devido a uma lesão no ombro.

Barbosa montou por várias vezes este ano com movimento limitado em seu braço livre devido a um ombro direito instável que remonta a 2012.

De fato, a montaria de 89,5 pontos de Barbosa em Pearl Harbor foi um ponto alto da carreira, mas foi apenas a sua quinta parada de 2017 superior a 87 pontos.

"Eu estava muito preocupado (sobre o Pearl Harbor), mas agora estou feliz porque meu ombro estava me causando muitos problemas", disse Barbosa com a ajuda de Paulo Crimber traduzindo. "Eu sabia que um touro como esse poderia me machucar mais".

Barbosa, que foi 4-para-6 nas Finais Mundiais por um quinto lugar, precisará de mais montarias como a no Pearl Harbor se ele quiser ganhar o Campeonato do Mundo de 2018.

Apenas 15 das 36 saídas qualificadas de Barbosa o colocaram no Top 5 de uma rodada.

Três vezes campeão mundial Adriano Moraes disse em Las Vegas que ele acredita que o ombro de Barbosa é um grande prejuízo na busca de um título mundial.

"Dener tem esse problema de ombro que ele deveria ter consertado", disse Moraes. "Ele ainda não está se movendo 100%. Isso lhe custou muitos pontos".

Barbosa foi informado de que ele precisa de uma cirurgia adicional em seu ombro, mas ele vai tentar continuar a competir sem fazer os procedimentos.

O brasileiro de Paulo de Faria foi submetido à cirurgia em 2013 antes de machucar o ombro novamente três anos depois, durante sua caminhada para a conquista do Monster Energy PBR em 2016.

"Dr. Tandy (queria) operar em mim logo após as finais, mas acho que vou aguardar um pouco mais ", disse Barbosa.

Barbosa montou às vezes este ano com uma cinta de ombro, um trabalho de fita ou às vezes nada.

O ex-novato acredita que finalmente encontrou um equilíbrio bom o suficiente para proteger seu ombro sem alterar demais seu estilo de montar para que ele possa lidar com touros norte-americanos.

"Eu tive que mudar muito", disse Barbosa. "Essa é a razão pela qual eu não poderia fazer tão bem no início da temporada, porque eu estava preocupado, e eu quase me encontrei em um local onde eu me machucaria, me afastando".

Barbosa decidiu ficar nos Estados Unidos para a temporada baixa do 25º aniversário e teve uma vantagem em 2018 ao competir nos eventos Real Time Pain Relief Velocity Tour.

Ele começou a temporada 2-para-3 em dois eventos RVT, mas ambos os números de saídas foram baixos - 81,5 pontos em Lots of Spots e 77,5 pontos em Lights Out.

Barbosa está programado para competir no Frontier Communications Rumble deste fim de semana próximo em Huntington, Virgínia Ocidental, na sexta-feira e sábado.

Barbosa entende as preocupações sobre o ombro e eleva os resultados, mas confia em que ele pode derrubar o Top 5 em 2018 e, possivelmente, se tornar o sexto competidor brasileiro a ganhar um Campeonato Mundial da PBR.

"Eu tenho tudo o que precisamos para ser um Campeão do Mundo", concluiu. "Vejamos como começamos a temporada".