Canadá lidera disputa pelo título da Copa do Mundo

By: Jorge Cardoso - PBR Brasil -  sábado, 11 de novembro de 2017 @ 07:44

Foto por Andy Watson / BullStockMedia

EDMONTON – A primeira Global Cup começou com tudo na cidade de Edmonton, no Canadá. Organizado pela PBR (Professional Bull Riders), ela reúne as seleções do Canadá, Austrália, México, Estados Unidos e Brasil em disputas emocionantes que vão definir qual o time que melhor representa o esporte mais radical do planeta.

Os donos da casa lideram a disputa até o momento. O Team Canadá foi melhor na somatória de pontos por equipe e tem agora 501,50 pontos.

A seleção canadense foi a primeira a ir para a arena com as suas sete primeiras montarias. A equipe, por ser anfitriã da primeira Copa, tem direito a 14 competidores. No entanto, o treinador deve apresentar apenas as melhores notas de acordo com as regras.

Dakota Buttar foi o primeiro a montar e pontuar, com nota 84,25. Ty Patten foi o segundo competidor a ir para a arena e também garantiu nota (81,50 pontos). O terceiro foi Zane Lambert, com 81,50 pontos. Os outros quatro atletas não ficaram os oito segundos sobre os touros.

A segunda seleção a se apresentar foi a do México. Nenhum dos seus competidores pontuou no primeiro round das disputas. Apenas no segundo round os mexicanos conquistaram 86,75 pontos com Edgar Durazo.

Liderada pelo tricampeão mundial Adriano Moraes, a seleção australiana veio logo em seguida, e com boas notas lideradas pelos irmãos Richardson. Cliff Richardson foi o primeiro a marcar 86,25 pontos, seguido por Kurt Shephard (84,25) e Lachlan Richardson (86,50).

A mais esperada era sem dúvidas a seleção brasileira. Sob o comando de Robson Palermo, foi a primeira a conseguir cinco paradas.

A nossa seleção brasileira está na arena agora. Veja online www.pbr.com

A post shared by PBR Brazil (@pbrbrazil) on Nov 10, 2017 at 7:22pm PST

O primeiro brasileiro a ir para arena foi Kaique Pacheco, mas o competidor não se manteve os oito segundos sobre o touro Smooth Sailing. Ele chegou a enfrentar Pearl Harbor no segundo round, também sem pontos.

Rubens Barbosa foi o primeiro a parar e garantir 83,00 pontos de nota. João Ricardo Vieira veio logo na sequência e fez 83,25 pontos. Fabiano Vieira era o próximo atleta, mas não conseguiu pontuar.

Eduardo Aparecido montou bem, mas o touro Tykro Liquid Fire causou repete e o competidor voltou mais tarde garantindo 83,25 contra Falling Rock. Guilherme Marchi, muito aplaudido, fez boa montaria e garantiu 82,25 pontos.

O último brasileiro a ir para arena foi José Vitor Leme, também muito ovacionado pelo público. O competidor encarou o touro I Always Stand e fez 85,00 pontos. No segundo round, Leme também não conseguiu pontuação.

“Estou muito feliz com os resultados e com as montarias. Temos trabalhado como uma equipe, onde todos estão muito unidos e prontos para fazer o melhor”, disse Robson Palermo, técnico da seleção brasileira.

Já a seleção estadunidense teve quatro paradas com Stormy Wing (82,50), Brennon Eldred (83,75), Cole Melacon (84,25) e Derek Kolbaba (86,50).

A última seleção foi a canadense, que retornou a arena com mais sete competidores, conforme a regra. Justin Lloyd foi o primeiro a pontuar (85,75), seguido por Coy Robbins (85,25) e Lonnie West (83,25). Os demais não marcaram.